Foto: Reprodução TV Globo

O brasileiro Kayke Luan Ribeiro Guimarães, 18 anos, juntamente com outras 10 pessoas foram acusadas de estarem ligadas ao Estado Islâmico, tendo como pena de até 12 anos de prisão na Espanha.

Segundo ele, estava apenas passando as férias na Turquia e não fazia parte da Célula Terrorista, sua mãe afirma que o mesmo é um cidadão de bem e acredita na versão do filho. Kayke morava na Espanha desde os seus 12 anos de idade.

Quando foram presos, o grupo estava tentando atravessar a fronteira da Bulgária com a Turquia para conseguir chegar a Síria.

Você pode ver mais detalhes na reportagem completa feita pelo G1 .

Veja também:   Chuva de meteoros no Brasil